sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

009: Juízo viu Moço?!

Aiai! Sexta-feira cansativa [passei o dia estudando para as provas de inglês na segunda] e sexta-feira é dia de reggae.
- explicando -
Não, este reggae não o gênero musical. Reggae aqui além do gênero musical quer dizer também festa, badalação, happy hour, sair com os amigos para tomar aquela cervejinha gelada.
- fim da explicação –
Como eu estava dizendo, sexta-feira é dia de reggae.
Passei no curso de inglês para deixar umas tarefas atrasadas e depois passei na praça com um amiga, lá encontramos uns outros amigos.
Minha amiga não sei por que cargas d’água começou a brigar com uma menina de rua [não gosto deste termo “menina de rua”, mais não achei outro termo para designar a meliante].
A menina ameaçava jogar uma pedra na minha amiga que enfrentava e corria atrás da menina para bater.
Eu, [o defensor das crianças de rua, rs] fui intervir e chamei a criança [a menina de rua] para conversar.
Ela veio. Era uma menina negra, cabelos bagunçados [tinha um rostinho lindo!], pés descalços e a roupa estava suja.
Um outro menino que estava com ela também se aproximou.
Eis o diálogo que se seguiu:
- Psiu. Ô meu bemzinho vem cá.
- Qui é?!
- Senta aqui do meu lado. Como é o seu nome? Quantos anos você tem?
- Tamara [nome fictício].
-Quantos anos?
- 7.
-Está em que série?
- 4° série. [será que e verdade?]
- E você como se chama?
- Netinho [sim! nome fictício]. Tenho 9 anos.
- Por que vocês estão na rua até uma hora destas? Já são dez horas. Hora de criança está em casa. [tava me sentindo o assistente social, rs]
- Eu não vou pra casa não – disse a menina .Vou dormir na rua. Ó qui minha roupa ó. [me mostrou uma sacola com uma roupa dentro].
- ô Tio [tio? eu?]. Eu sei contar de 1 até 100 – e o menino começou a contar até 100.
- Tem que estudar, ir pra escola direitinho. Mais não pode ficar na rua até tarde não, muito menos dormir na rua. Pode vir alguém ruim e querer machucar vocês. A mãe de vocês deve está doida procurando por vocês.
Meu amigos já começaram a sentir ciúmes por que eu deixei eles de lado para conversar com as crianças. Começaram a reclamar e me chamaram para sair.
Me vi obrigado a mandar as crianças mais uma vez para casa.
- Olha só. Eu tenho que ir ali, mais vocês vão para casa ok?!
A menina olhou para mim e disse:
- Já vai Tio? [aaah! Tio de novo não]
Disse meu nome para eles e mandei eles me chamarem por ele.
- Ta cedo Moço! Não vá agora não.
- Desculpem, eu preciso ir mesmo. Tchau, adorei conhecer vocês. Vão para casa, eu não mando mais viu?!
O menino me olho com ar de riso e falou:
- Tchau. Juízo viu Moço?! [o.O]
Meus amigos não agüentaram e se racharam de rir. Eu fiquei com aquela cara de nãoestouentendendonada.
O menino que estava dizendo que ia dormir na rua me mandando tomar juízo. Quem aguenta uma coisa dessa?

Eu heim!


Ps: Vou dedicar este post aos seus protagonista, as duas crianças lindas e encantadoras [meio rebeldes também] que me trataram super bem e que me deram um motivo para sorrir esta noite.

9 comentários:

Patinho Feio disse...

- AHH...
um viva a generosidade de tua pessoa. o//
mas que foi engraçado "o juízo Moço", foi! HAHA

e pode cobrar sempre novos post, pois isso já servi como um incetivo. entretanto, irei fazer o mesmo com você, afinal aqui vem se tornando a minha distração. um dia tirarei a tarde para ler todos os post's anteriores.
e comentarei em todos. pode aguardar!

abraço.

* pequena observação:
curso de inglês é um castigo. é muito bom o conhecimento que você adquire, mas quando chega no terceiro ano de curso você começa a criar uma pilha de tarefas para fazer.
que saco! =/
tive que abandonar esta vida e hoje meu inglês é péssimo.
se isso serve de consolo, continue!

Srta Pecinha de Lego disse...

Nossa! Adorei o jeito que vc escreve, adorei o texto, e adorei ainda mnais saber que vc é uma pessoa boa o suficiente pra parar alguns instantes de sua vidfa e dar atenção a quem precisa.Belo texto, bela atitude, parabéns!
Um abraço!!!

Gabrielle disse...

Eu hein! Adorei o blog!
Legal tua atitude de conversar com a menina. Sempre quando vejo uma criança na rua, me pergunto o porquê dela não estar em casa, estudando, whatever.
E como disse o comentário acima, o "juizo moço" foi bem engraçado, hehehehe.
Contunue postando. Espero passar por aqui mais vezes ^^
Beijão!

Cara estranho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
david santos disse...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Aproveito para LHE pedir que participe na blogagem colectiva que se realiza amanhã, dia 17, em prol da menina Flávia

­­Misael Roberto disse...

Engraçado e ao mesmo tempo belo, você está de parabéns, pelo texto e pela atitude.

Deise disse...

Tioooooo!!!!

Essa fOi massa!!! Dxa eu te xamar de tiO tbm!! kkkkkkkkkk

beeijO amigO!!!!

=)

Tipógrafo disse...

São as coisas da vida, né...
Passando por aqui para deixar um abraço.

valeu.
Richard

Patinho Feio disse...

- Como prometido vim aqui cobrar pelos teus post's. Estou com sede de lê-los. Eu acho que por enquanto vou lendo os anteriores, se você perceber andei comentando nos que estão no teu arquivo, mas ainda não acabei de ver todos.

Pois é, compartilhamos mais uma coisa: má alimentação!
Mas digamos que banana com catchup seria muito para mim! HAHA
E apesar de comer todas essas besteiras, não engordo de tão ruim!
Eu até gostaria, mas não adianta!

Será ótimo te ter no MSN, acho que você me fará rir muito!
Lá descobriremos o que mais compartilhamos.

Abraço.

* primeira pequena observação: teus post são tão parecidos comigo que às vezes penso ter sido eu que os escrevi. devo ter alguma segunda personalidade?

* segunda pequena observação: claro que você percebeu que o amigo blogueiro que citei no post era você, né? quando eu estava escrevendo me lembrei dessa frase que me chamou atenção no teu profile!

Blog Widget by LinkWithin